Procedimentos


A Ultra-sonografia



A Ultra-sonografia é um dos métodos de diagnóstico por imagem de aplicação relativamente simples, não invasivo ou minimamente invasivo, que não utiliza de radiações ionizantes.


O método baseia-se no fenômeno de interação de uma onda mecânica sonora com os tecidos corporais, emitidas pela vibração de um cristal especifico e a sua ecolocalização.


À medida que a onda sonora se propaga através dos tecidos do corpo humano ela emite ondas sonoras refratárias, ou seja, ecos que retornam ao cristal vibrador, que as transformam em impulsos eletromagnéticos possibilitando o computador a decodificar e analisar a localização espacial da fonte geradora do eco. Esses ecos de retorno são montados na tela do computador em forma de pontos brilhantes. O conjunto desses pontos forma a imagem, que é vista pelo observador em tempo real, refletindo os órgãos internos, tecidos, rede vascular e fluxo sanguíneo.


 


A Ultra-sonografia tridimensional (3D), proporcionada pelo avanço tecnológico dos computadores permite localização precisa do volume de tecido de retorno dos ecos e é uma adicional vantagem ao método tradicional 2D,  permitindo dessa forma, uma reconstituição mais fiel e mais nítida da imagem, complementando as informações.


Essa maior precisão é importante para que o médico avalie com maior segurança a área examinada, auxiliando na detecção de possíveis alterações e anormalidades.


Este mesmo recurso, muito utilizado nos exames de ultra-sonografia obstétrica, permite ainda que se vejam as imagens tridimensionais em movimento chamado de 4D, contribuindo para que a visualização e o acompanhamento da movimentação fetal sejam feitos de forma mais precisa.


O Doppler Colorido é uma modalidade de analise do espectro da frequência dos ciclos da onda sonora, operando numa frequência menor, propiciando a obtenção de informações sobre os órgãos e seu respectivo fluxo sanguíneo, permitindo a investigação detalhada e não invasiva da hemodinâmica corporal, que pode ser avaliada de forma quantitativa e qualitativa, não só do ponto de vista morfológico, mas também funcional.


Hoje em dia o exame de Ultra-sonografia é utilizado em quase todas as especialidades para complementar o diagnostico clínico. A maioria dos hospitais e clinicas possuem algum tipo de aparelho de ultra-sonografia que permite ao clinico olhar por dentro das estruturas de tecido mole do copo humano.


Nesse contexto o médico ultra-sonografista desempenha um importante papel no diagnóstico da patologia e, consequentemente, da conduta que o clínico venha adotar, sendo, portanto, corresponsável pelo Ato médico oriundo do diagnostico.



Clínica Dr. Rasmo © 2013 | Av. Getúlio Vargas , 86 - Centro - (34)3236-4931 | (34)3214-3409 - contato@rasmo.com.br Desenvolvido por: